Pular para o conteúdo principal

matéria do estado do rio de janeiro . alerj.

CRIAÇÃO DE CONSELHO DE TRIBUNAIS DE CONTAS É DEFENDIDA NA TV ALERJ

Repórte
Rubem de Paula


Em entrevista no programa TCE-RJ Notícias, que será exibida nesta sexta-feira (23/11), às 22h,  na TV Alerj (canal 12 da Net), o vice-presidente da Associação dos Membros do Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) e presidente do Tribunal de Contas do Município do Rio de Janeiro (TCM), Thiers Vianna Montebello, defendeu a criação do Conselho Nacional dos Tribunais de Contas. A entidade representaria o controle externo dos TCs, a exemplo do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), e a p proposta de emenda constitucional que permite sua implantação encontra-se em tramitação no Congresso Nacional. “O que se pretende é que haja sobre os Tribunais de Contas um controle externo.  Os Tribunais são órgãos autônomos, mas há uma diversidade e uma heterogeneidade muito grande na sua composição. Precisamos ter um limitador de condutas e também uma padronização dos procedimentos”, argumentou Montebello.
Outro assunto abordado no programa foi III Encontro Nacional dos Tribunais de Contas, realizado entre os dias 12 e 14 de novembro, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Ao todo, participaram do encontro 236 integrantes dos 34 tribunais de contas existentes no Brasil – entre conselheiros, auditores substitutos de conselheiros, procuradores de contas, chefes de gabinete, assessores e servidores. O tema escolhido para o encontro foi “Um Debate pela Efetividade do Controle Externo no Brasil”. O vice-presidente da Atricon informou que, durante o evento em Campo Grande, foi anunciado o lançamento do Prêmio Novitatis, criado para reconhecer e promover ideias inovadoras na área de controle externo. Ele terá abrangência nacional e será realizado anualmente pela Atricon e o Instituto Rui Barbosa (IRB). O programa é uma parceria entre a TV Alerj e o TCE, e será reprisado no sábado (24/11), às 12h, e no domingo (25/11), às 21h.
  PROJETO QUE CRIA ENSINO E VOLUNTARIADO NA DEFESA CIVIL É APROVADO



O Estado do Rio terá um programa de ensino em Defesa Civil e de estímulo ao voluntariado na área. As medidas, que buscam preparar a população para casos de calamidade pública, são tema do projeto de lei 35/11, que a Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou nesta quinta-feira (22/11), em segunda discussão. O texto, que será enviado ao Poder Executivo, define que a rede estadual de ensino, pública e privada, inclua matéria interdisciplinar de noções de Defesa Civil. O programa de educação prevê ainda a realização de atividades de ensino informal para a população em geral. Já o serviço voluntário será oferecido a civis previamente cadastrados e treinados pelo Corpo de Bombeiros. “O Estado do Rio de Janeiro tem sido assolado por fenômenos climáticos com grande intensidade sem que a população civil esteja preparada para enfrentá-los. É necessário que haja preparação prévia a fim de amenizar os graves efeitos desses eventos climáticos, o que passa necessariamente por um processo de educação de toda a população civil”, argumenta o autor da proposta, deputado Átila Nunes (PSL). O projeto terá 15 dias úteis para ser sancionado ou vetado pelo governador Sérgio Cabral.


jornalista
rubenn dean
tel.021.9337.4123
email.
rubenndeanrj@gmail.com
facebook.
eddie rubenn dean murphy

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trabalho do Senac - Rio .

SENAC- RIO
Trabalho em Grupo. Alunos: Karien, Viviane, Sandra, Denise e Rubem (Cinco integrantes)


Assunto: Casamento Cigano: Curiosidades, Tradições e Rituais.
O casamento é uma das tradições mais antigas e veneradas deste povo conhecido por viver de forma livre e sem raízes profundas em alguma cidade. São eventos tradicionais, antigos e bem duradouros. As festas ciganas costumam durar um dia inteiro, e um casamento cigano segue o mesmo ritmo de eventos que podem durar dias de pura diversão. É uma festa bonita, tradicional, colorida e bem curtida mesmo!

No casamento tradicional cigano, o evento começa anos antes, pois este povo tem o costume de prometer a noiva à família do noivo quando ela mal entrou na adolescência. É uma forma de arranjo formal sim, uma união de famílias queridas. Há sim um interesse financeiro em posses, mas os laços e o bom relacionamento familiar conta bastante na promessa da noiva ao noivo.
O pedido de casamento é feito do noivo para o pai da noiva, alguns meses antes…

" Journalist / Reporter. Rubenn Dean. Rj www.rubenndeanjr.blogspot.com ... twitter @ rubenndeanpaulalw ... facebook. eddie murphy rubenn dean. email. rubenndeanrj@gmail.com... cel. 21. 99337.4123 ... what. 55 21 993374123. "

Vem aí minha Biografia, Minha Vida & Minha História. Da lata do lixo para o mundo. Grande oportunidade que me foi dada por DEUS, na pessoa do Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. " Rubenn Dean Paul Alws. Rio de Janeiro. Brasil.
" Journalist / Reporter. Rubenn Dean. Rj www.rubenndeanjr.blogspot.com... twitter @ rubenndeanpaulalw ... facebook. eddie murphy rubenn dean. email. rubenndeanrj@gmail.com... cel. 21. 99337.4123 ... what. 55 21 993374123. "

ALERJ; Câmara dos Deputados Estaduais do Estado do Rio de Janeiro.

Alerj.
Matéria de hoje.
Jornalista/Repórter. Mat.Abr.2014/0143 ... Drt.33.689-1RJ

MP TERÁ AUXÍLIO-MORADIA NO VALOR DOS MINISTROS DO SUPREMO 
Free Lance ... Radialista/Locutor/Apresentador.Drt.17.429-1RJ





Rubenn Dean
O auxílio-moradia dos procuradores de justiça do estado será fixado com base no valor do benefício pago aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), que hoje corresponde a R$ 4.377,73, vedando o escalonamento entre as classes de carreira. O projeto de lei complementar 41/14, do Ministério Público, será votado na Assembleia Legislativa do Rio, nesta terça-feira (11/11), em discussão única. Ele volta à pauta depois de receber três emendas.

O texto original fixava o benefício em 18%, mas acabou sendo modificado por substitutivo aprovado em Plenário. Outra alteração feita pela Casa diz respeito aos efeitos financeiros dessa concessão, que passarão a valer a partir de 1º de janeiro de 2015. O projeto altera a Lei Orgânica do Ministério Público no capítulo sobre vencimento, vanta…